Início do conteúdo

Técnico

GUIA DE TURISMO

 Próxima turma prevista para 12 de MARÇO de 2018.    MATRICULE-SE AGORA!
Técnico

Mensalidades a partir de R$ 230,00

O Curso Técnico em Guia de Turismo pertence ao eixo tecnológico Turismo, Hospitalidade e Lazer e é composto por 16 (dezesseis) disciplinas, divididas em 4 (quatro) módulos. O itinerário formativo permite 2 (duas) formações em nível de qualificação, sendo AGENTE DE VIAGEM – CBO: 3548-15 com 290 horas/aula, na conclusão do módulo I, e OPERADOR DE TURISMO – CBO: 3548-10 com 750 horas/aula, na conclusão dos módulos I e II.

O curso permite 2 (duas) habilitações em nível técnico, sendo Guia de Turismo Regional – PB e Guia de Turismo Excursão Nacional – Brasil / América do Sul com 950 horas/aula.

A Lei nº 8.623, de 28 de janeiro de 1993 considera Guia de Turismo, todo profissional cadastrado no Ministério do Turismo que exerce atividades de acompanhamento a grupos de turistas, prestando informações e assessoria permanente em viagens ou deslocamentos em determinadas Unidades da Federação (Guia de Turismo Regional), acompanhando grupos nos Estados brasileiros e parte da América do Sul (Guia de Turismo de Excursão Nacional), acompanhando grupos para os demais continentes (Guia de Turismo Internacional) e exercendo a atividade em locais específicos (Guia de Turismo Especializado).

Nos dias atuais, o Guia de Turismo é um profissional capacitado em relações públicas, de bons conhecimentos dos locais em que vive e visita, hábil no aprendizado de línguas, um sujeito ativo, capaz de decidir e liderar, paciente, assertivo, mas, sobretudo, capaz de transformar viagens em sonhos realizados para serem lembradas durante a vida inteira.

Para tanto, o curso exige dos seus alunos que os mesmos vivenciem os procedimentos de viagem para que por meio da sua experiência propiciem aos futuros clientes/turistas maior comodidade e satisfação nos roteiros escolhidos. Dessa forma, de acordo com a Deliberação Normativa 427, de 04 de outubro de 2001 será considerada imprescindível a realização de, ao menos, três viagens técnicas, além das necessárias atividades práticas e simulações, todas com presença obrigatória. As viagens técnicas compreendem, no mínimo, uma viagem com procedimento de aeroporto (aérea), com pernoite, uma viagem interestadual, com pernoite e uma viagem livre.

Esta informação deve constar no certificado de conclusão do curso e só assim o Guia de turismo estará habilitado a exercer suas funções nas categorias Nacional e Regional.


Mercado de trabalho

O mercado de trabalho é o que mais cresce em nosso Estado. O turismo cresceu muito além dos outros segmentos. O poder público está investindo em infraestrutura como nunca visto. A Estação Ciência, o Centro de Convenções e são bons exemplos, além, é claro, do Pólo Turístico do Cabo Branco, situado na região costeira-sul, do município de João Pessoa, que apresenta elevados níveis de crescimento no setor da indústria turística, onde se destaca, sobretudo o ecoturismo, ressaltando a presença de sua beleza cênica, a conservação da Mata Atlântica e de outros ecossistemas associados (restinga, mangue, laguna e estuário), além das falésia e de belas praias.Portanto, um profissional qualificado nesta área é importante, tendo ocupações de alta relevância, como acompanhar, orientar e transmitir informações a pessoas ou grupos em visitas, excursões urbanas, municipais, estaduais, interestaduais ou especializadas dentro do território nacional; acompanhar ao exterior pessoas ou grupos organizados no Brasil; e promover e orientar despachos e liberações de passageiros e respectivas bagagens, em terminais de embarque e desembarque aéreos, marítimos, fluviais, rodoviários e ferroviários. Além destas funções, também faz parte do ambiente de trabalho do guia ter acesso a todos os veículos de transportes, durante o embarque ou desembarque para orientar as pessoas ou grupos sobre sua responsabilidade, observadas as normas específicas do respectivo terminal; e ter acesso gratuito a museus, galerias de arte, exposições, feiras, bibliotecas e pontos de interesse turístico, quando estiver conduzindo ou não pessoas ou grupos, observadas as normas de cada estabelecimento, desde que devidamente credenciado como Guia de Turismo. Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO.

Grade Curricular

  • MÓDULO I
    • - ESPANHOL INSTRUMENTAL
    • - MANIFESTAÇÕES DA CULTURA POPULAR REGIONAL E NACIONAL
    • - RELAÇÕES INTERPESSOAIS
    • - TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO
    • - INGLÊS INSTRUMENTAL
    • - HISTORIA APLICADA AO TURISMO REGIONAL E NACIONAL
  • MÓDULO II
    • - GEOGRAFIA APLICADA AO TURISMO REGIONAL E NACIONAL
    • - GESTÃO DE EVENTOS TURÍSTICOS
    • - HISTÓRIA DA ARTE APLICADA AO TURISMO
    • - PRIMEIROS SOCORROS NO TURISMO
    • - GESTÃO DE SERVIÇOS TURÍSTICOS
  • MÓDULO III
    • - ELABORAÇÃO DE ROTEIROS E HOSPEDAGEM
    • - LEGISLAÇÃO APLICADA AO TURISMO
    • - MARKETING APLICADO AO TURISMO
    • - TEORIA E TÉCNICA DO TURISMO
    • - PRINCIPIOS DE ECOLOGIA E PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE
  • MÓDULO IV
    • - ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

CARGA HORÁRIA: 950

DURAÇÃO: 1 ANO

OFERTA: UNEPI

RESOLUÇÃO: Reconhecimento C.E.E 219/2015

MODALIDADE: Presencial

QUERO ME INSCREVER

NOTÍCIAS RELACIONADAS

CONTATOS:

(83) 3247.4300
UNEPI - SEDE: RUA HILDEBRANDO TOURINHO, 177 - MIRAMAR, JOÃO PESSOA - PB, CEP: 58032-080 Legislação Educacional da Paraíba - 3ª Edição Legislação Educacional da Paraíba - 4ª Edição

Whatsapp

Para conversar por Whatsapp conosco, adicione o número (83) 98832-4287Ligar em seus contatos.

Você pode fazer isso diretamente no botão Salvar abaixo:

Salvar

Depois do contato salvo, acesse seu Whatsapp e converse com o contato Unepi.